A Sociedade Brasileira de História da Educação (SBHE) é uma entidade acadêmica e apartidária, que trabalha no sentido de ampliar e aprofundar o conhecimento sobre a História da Educação. Como entidade da sociedade civil, coerente com os princípios democráticos que estão na base de sua organização, a SBHE não pode se omitir diante dos recentes ataques ao Estado de Direito, em geral e à educação pública, em particular.

No marco dos 30 anos da aprovação da Constituição de 1988, as eleições e o voto popular são conquistas históricas que não podem ser desmerecidas ou desrespeitadas, por quem quer que seja. Como representante da comunidade de pesquisadores e professores que reconhecem a relevância social dos conhecimentos históricos, a SBHE vem a público repudiar qualquer manifestação de incitação ao racismo, à xenofobia, à misoginia e à homofobia. Repudia, também, as menções de apoio ao autoritarismo, à ditadura e às práticas de tortura. Recusa, veementemente, a ideia de limitar a liberdade de expressão e de ensino, contida especialmente no discurso e nas ações dos “partidários” da escola sem “partido”.

Nesse sentido, a SBHE conclama seus sócios a reafirmarem seu compromisso com o povo brasileiro, que marcou e marca a atuação das/os educadoras/es no Brasil, com vistas a evitar que as conquistas obtidas à custa de tantas vidas e de tanto sofrimento sejam anuladas pelo incitamento ao ódio, à violência e ao desrespeito à livre manifestação da arte, da cultura, da ciência e da educação.

Em defesa da Democracia, da Liberdade de expressão e do Estado de Direito. Contra o autoritarismo, a truculência e o irracionalismo.

 

Carlos Eduardo Vieira (UFPR)

Libânia Nacif Xavier (UFRJ)

Marcus Aurélio Taborda de Oliveira (UFMG)

Silvia Helena Andrade de Brito (UFMS)

15 de outubro de 2018

Comentários

Obrigada!

Obrigada