Caros sócios,

compartilhamos nota da Anpocs sobre o assassinato de Marielle Franco:

NOTA DA ANPOCS: MARIELLE FRANCO PRESENTE, HOJE E SEMPRE!

A Anpocs vem manifestar profunda consternação pelos assassinatos da vereadora Marielle Franco do PSOL e de seu motorista Anderson Pedro Gomes, nesta quarta-feira (14/03) na Cidade do Rio de Janeiro. Socióloga, reconhecida por seu trabalho na favela da Maré, por seu ativismo em defesa dos direitos humanos e por ter sido eleita com uma das votações mais expressivas para a Câmara, Marielle se notabilizou como jovem liderança no combate à violência policial nas favelas da cidade. Justamente no final de semana Marielle denunciou publicamente violência e diversas ações truculentas do 41 Batalhão da PM contra os moradores da comunidade de Acari. Não bastasse essa coincidência para causar espécie, Marielle desempenhava a função de relatora da Comissão parlamentar incumbida de monitorar a intervenção federal na cidade. Há indícios claros, pela forma como ocorreu o assassinato, de se tratar de uma execução. A ANPOCS demanda do governo federal e interventores na cidade do Rio de Janeiro a apuração plena dos assassinatos e o compromisso com a defesa irrestrita dos direitos humanos.