Caros (as) associados (as) da SBHE, o ano que se encerra traz como marca uma mudança substantiva na correlação de forças na esfera política, que se refletiu nos resultados das últimas eleições gerais, levando ao parlamento e à direção do Estado partidos e grupos identificados com propostas que sinalizam, até o presente momento, para os seguintes cenários: visão e práticas conservadoras em torno de aspectos inerentes às discussões de gênero e sexualidade; revisão da diplomacia de não alinhamento, em favor de uma aproximação com o governo Trump; relativização dos programas e acordos internacionais de enfrentamento aos problemas ambientais; restrições à liberdade de ensino, fomentando leis que inibem a livre expressão dos professores; subalternização da cultura e da questão indígena na estrutura e na agenda de governo; além do programa neoliberal na área econômica, cogitando, inclusive, a cobrança de taxas nas universidades públicas. A SBHE, entidade acadêmica e apartidária, vem manifestando a sua preocupação com essa conjuntura e tem se posicionado em defesa do Estado de Direito Democrático e, em termos mais específicos, na defesa de recursos e meios para os campos da educação, da ciência e da tecnologia. Oportunidade ímpar para marcar de forma clara os nossos posicionamentos e compromissos com o país e, de forma particular, com os brasileiros que seguem historicamente alijados da escolarização de qualidade, se apresentará no XCBHE, que tem como tema “História da Educação: Democracia e a Diversidade Cultural”. Este evento, que reunirá nossa comunidade na cidade de Belém, Estado do Pará, em setembro do próximo ano, já revela grande adesão de pesquisadores brasileiros e estrangeiros, com mais de 1100 inscritos, até o presente momento. Dessa forma, aguardamos este reencontro com a nossa criativa e combativa comunidade de pesquisadores, desejando a todas e todos muitas felicidades nas festas deste final de 2018 e início de 2019. Esperamos que o convívio com os familiares e amigos renovem a nossa disposição para dar seguimento aos nossos propósitos de fazer da História da Educação um campo acadêmico que, ao se dedicar à interpretação rigorosa do passado da educação e da escola, ofereça contribuições para refletir e mudar a educação e o país.     

 

Diretoria da SBHE

Rio de Janeiro, 19 de dezembro de 2018.